Notícias

CMVM: Empresas demonstram falta de conhecimento sobre finanças sustentáveis

CMVM: Empresas demonstram falta de conhecimento sobre finanças sustentáveis

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) divulgou esta terça-feira, 12 de novembrom o relatório relativo ao documento de reflexão e consulta pública sobre finanças sustentáveis publicado em fevereiro. As 17 entidades envolvidas, entre as quais empresas e associações representativas do setor empresarial e financeiro e dos consumidores, sinalizaram dificuldades de “imprecisão e confusão conceptual” sobre o tema.

“As entidades envolvidas na consulta pública revelaram que a integração dos fatores ESG [Environmental, Social and Governance] nas suas organizações e nos processos de tomada de decisão, ainda que de modo diferente consoante o modelo de negócio e sectores de atividade, é uma preocupação presente e crescente”, pode ler-se no relatório divulgado pela CMVM.

O regulador dos mercados ainda que “de forma transversal às diferentes áreas e setores de atividade, há que destacar o impacto positivo que a integração de fatores ESG pode gerar para os investidores e a sociedade em geral, consubstanciado numa maior confiança em relação ao funcionamento dos mercados financeiros e das instituições”.

Segundo a CMVM, foram apontadas dificuldades, como: “falta de conhecimentos no mercado sobre o tema; a prevalência de modelos de gestão e investimento excessivamente focados no curto prazo; as dificuldades de mensuração dos compromissos ESG, bem como dos impactos e benefícios para a sociedade e o investidor; a heterogeneidade de modelos de reporte de informação; os custos de reporte, entre outros”.

Em atualização


Fonte: CMVM: Empresas demonstram falta de conhecimento sobre finanças sustentáveis